SIBE - Sociedad de Etnomusicología
Explorar TRANS:
Por Número >
Por Artículo >
Por Autor >

Cargando


Share |
Suscribir RSS Suscribir RSS Feed

SIBE
Blog Observatorio de Prácticas Musicales Emergentes
ETNO Revista de música y cultura
IASPM - Espana
Musicalogía feminista
ICTM
IASPM - International Association for the Study of Popular Music

< Volver

A música indígena no mundo dos projetos: Etnografia do Projeto “Podáali – valorização da música Baniwa”

Deise Lucy Oliveira Montardo

Descargar / Download PDF >  Descargar / Download PDF >


Resumo

Nesta comunicação, pretendo tecer algumas considerações acerca da atuação que é solicitada, atualmente, a(o) pesquisador(a) que tem como objeto de estudo a música indígena no Brasil.  As reflexões que aqui se apresentam estão centradas em um estudo de caso do Alto Rio Negro, noroeste da Amazônia brasileira, mais especificamente no “Projeto Podáali – valorização da música Baniwa”, do qual participo como consultora de Antropologia. Minha participação no projeto não foi um convite isolado: ele acorreu no contexto da instalação do Programa de Pós-Graduação em Antropologia em Manaus, no Norte do Brasil, região eminentemente indígena. Considerando a região e o interesse, por parte das instituições públicas, de pesquisar a cultura indígena, a demanda que o(a) pesquisador(a) recebe é associada diretamente à atuação política, o que remete ao exercício de uma pesquisa compartilhada. O projeto que analiso tratava da situação de uma comunidade peri-urbana de São Gabriel da Cachoeira, Itacoatiara-mirim, criada por famílias baniwa vindas há duas décadas de sua comunidade de origem, Camarão, no rio Ayari. O projeto apresentava como objetivo geral “criar oportunidades para a valorização e transmissão de conhecimentos de músicas e danças tradicionais aos Baniwa residentes em São Gabriel da Cachoeira” e como objetivos específicos “1. construir e equipar uma maloca que sirva [servisse] de espaço de transmissão de conhecimento de músicas e danças tradicionais aos jovens Baniwa na cidade de São Gabriel da Cachoeira e 2. realizar um documentário cinematográfico sobre a trajetória da música e da dança tradicional Baniwa dos últimos séculos a partir da experiência de uma comunidade que vê na valorização desses elementos uma oportunidade de enfrentar os atuais desafios para sua autodeterminação no ambiente do maior núcleo urbano do noroeste amazônico”.

Palavras-chave

Flautas sagradas, Baniwa, Alto Rio Negro

Abstract

In this paper I focus on the modes of action that are demanded of the researchers that have as their object of study the indigenous music of Brazil. The paper is centered on a case study in Alto Rio Negro, in the northwest of the Brazilian Amazon, and is entitled "Podáali: Project of Valorization of Baniwa music" in which I participate as a consultant anthropologist. The invitation to participate in this was not isolated but happened in the context of the creation of a center of postgraduate studies in anthropology in Manaus, Northern Brazil, a region that is predominantly indigenous. In this context, the demands made upon the researcher are specifically related to the political actions that are part of the exercise of shared research. The project that I analyze presented the situation of the “peri-urban” community (a village near the city) of Itakoatiara-Mirim in São Gabriel da Cachoeira, created by Baniwa families that came two decades ago from their home community, Camarão, river Ayari. The project sought to "create opportunities for the transmission of knowledge and appreciation of music and traditional dances to Baniwa residents in Sao Gabriel da Cachoeira”. More specific objectives include: “1. Construct and equip a maloca or longhouse that serves as a space of knowledge transmission of songs and dances for young Baniwa in Sao Gabriel da Cachoeira and 2. Make a documentary film about the history of music and traditional Baniwa dance of the past centuries from the experience of the community. They see the value of these elements as an opportunity to address the current challenges to their self-determination in the largest urban center of the northwest Amazon”.

Key words

Sacred flutes, Baniwa, Upper Rio Negro



Subir >


TRANS - Revista Transcultural de Música